Sem estrutura, UPA devolve capacetes Elmo doados por empresários

Saúde de Divinópolis cita falta de condições e espera doação ao Hospital Regional; entidade doadora reage com surpresa

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Divinópolis precisou devolver os capacete Elmo doados pela regional da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) após arrecadação de recursos junto a empresários.

Em comunicado divulgado nesta terça-feira, 13, a Secretaria de Saúde explica que a decisão ocorreu após o recebimento de uma nota técnica emitida pela White Martins, fornecedora e responsável pela linha e sistema de gases da UPA, onde também funciona o Hospital de Campanha destinados a acolher pacientes infectados pela covid-19.

“Apesar de esclarecer que inobstante a importância e benefícios os quais os capacetes Elmo representam no eficaz tratamento de pacientes acometidos de covid-19 e/ou síndrome respiratória aguda grave, ficou evidenciado no parecer técnico emitido para instituição que, além do aumento de consumo de O2 para utilização dos capacetes nesta unidade, o qual representa um incremento no consumo para acima do contratado com a fornecedora e que, neste instante, não há garantia para ampliação deste fornecimento que já foi previsto para este ano em 30% de aumento, a UPA não conta com rede de gases suficiente e adequada para utilização simultânea de respiradores e capacetes”.

Ainda segundo o comunicado, tendo em vista que tais limitações neste instante agregam riscos consideráveis na assistência prestada aos pacientes e diante da impossibilidade de alteração da rede de gases e ampliação no fornecimento de O2 neste momento, a Secretaria de Saúde reencaminha à Fiemg os 30 capacetes Elmo doados ao Hospital de Campanha, de forma que a entidade poderá disponibilizá-los a instituições que estejam estruturadas e preparadas neste momento para utilizá-los.

Regional

A Secretaria de Saúde salienta que o Hospital Público Regional, através de um projeto estadual em parceria com o Município, brevemente vai disponibilizar 20 novos leitos de UTI para casos de covid e 40 novos leitos de enfermaria de retaguarda para a doença, com atendimento 100% pelo SUS.

“Nesta oportunidade, seria extremamente importante que a Fiemg pudesse disponibilizar novamente os 30 capacetes Elmo para utilização na assistência a esses pacientes em estrutura adequada e segura para seu funcionamento”, propõe.

Capacete Elmo se destaca como recurso não-invasivo (Foto: Governo do Ceará)

Surpresa

Também por meio de nota, a regional da Fiemg afirma que se surpreendeu com a recusa na utilização e com a devolução dos capacetes Elmo doados à UPA de Divinópolis através da campanha que mobilizou empresários.

Segundo a Fiemg, antes de os equipamentos serem entregues, todos os detalhes técnicos foram discutidos com o secretário de Saúde, Alan Rodrigo Silva. A entidade garante que os capacetes só foram entregues à UPA após confirmada as condições de uso.

“Destacamos que outras unidades de saúde que estão fazendo uso dos capacetes no tratamento à covid-19 têm apresentado resultados positivos e promissores”.

O comunicado da Fiemg termina afirmando que o presidente da regional do Centro-Oeste, Eduardo Soares, aguarda por um alinhamento mais detalhado com a Prefeitura, para então se pronunciar.

O que é

O Elmo é um capacete de respiração assistida genuinamente criado no Ceará, não-invasivo e mais seguro para profissionais da saúde e pacientes. Criado em abril de 2020 em uma força-tarefa que envolve uma parceria público-privada, o equipamento inovador surgiu como um novo passo para o tratamento de pacientes com insuficiência respiratória aguda hipoxêmica por covid-19.

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert, jornalista formado pela Uemg em Divinópolis e mestrando em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, em Portugal.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.