Taxa de ocupação hospitalar volta a subir em Divinópolis

Apesar do crescimento nos primeiros dias de maio, a lotação nos hospitais é inferior à média de abril

A taxa de ocupação da rede hospitalar de Divinópolis atingiu, nesta terça-feira (4/5), 67% para os leitos destinados a Covid-19, conforme os dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). Nos primeiros quatro dias do mês, o índice de lotação apresentou ligeiro crescimento. Ao todo, são 291 leitos disponíveis para o tratamento da doença. 
 
Em 1º de maio, a rede hospitalar estava com 63,48% de ocupação e, no dia seguinte, passou para 65,53%. Em 3 de maio, o índice chegou a 66,32%, de acordo com os dados da Semusa. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto está com lotação máxima na enfermaria adulto e, no CTI Adulto, ficou em 86,6%. A enfermaria infantil registrou 25%.  
 
Apesar do crescimento nos primeiros dias de maio, a lotação nos hospitais municipais é inferior à média de abril, quando a taxa hospitalar na cidade ficou em 76,9%. Em outra comparação, o percentual de ocupação também apresentou decrescimento. Há 30 dias, o percentual estava em 91% na rede hospitalar.
 
Segundo o relatório da Semusa, março desde ano registrou os maiores índices de lotação hospitalar. Em 27 de março, a ocupação ficou em 107% e, no dia seguinte, passou para 108,33%. Em 29 de março, outro alto percentual: 104%.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.