Skip to main content

TRE reverte cassação de mandato do prefeito e vice de Camacho

Por 15/12/2022Destaques

Os políticos foram denunciados e acusados, pelo MPMG, por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2020

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) reverteu, nesta quinta-feira (15/12), a cassação do mandato do prefeito de Camacho, Bruno Lamounier Furtado (DEM), e do vice-prefeito João Paulo Lamounier (PP). A decisão da corte eleitoral foi por unanimidade (6×0).
O prefeito Bruno Lamounier Furtado (DEM) e o vice-prefeito, João Paulo Lamounier, de Camacho, tiveram os mandatos cassados pela Justiça Eleitoral no dia 17 de agosto do ano passado pela Justiça Eleitoral da 296ª Zona Eleitoral de Candeias. Os políticos foram acusados por abuso de poder político e econômico e compra de votos nas eleições de 2020, quando foram reeleitos.
Na ocasião, a denúncia relatava que o município de Camacho teria fornecido pedreiro para duas pessoas carentes do município e que isso teria causado desequilíbrio ao pleito eleitoral.
Na manhã de hoje, em julgamento agendado para às 11h, o Procurador Regional Eleitoral, Dr. Eduardo Morato, manifestou-se pelo não acolhimento das preliminares e pelo provimento parcial do recurso para reconhecer conduta vedada e aplicar sanção pecuniária aos recorrentes.
Já o relator, Juiz Dr. Marcelo Salgado, rejeitou as três preliminares e no mérito foi afastada a captação ilícita de sufrágio, prática de conduta vedada e abuso de poder político, dando provimento parcial ao recurso afastando a cassação.
Procurado, o prefeito Bruno Lamounier disse que “sempre confiou em Deus e Nossa Senhora Aparecida e que a decisão de hoje mostra que a soberania das urnas deve ser respeitada pois representa a vontade da maioria. Continuarei fazendo um trabalho sério, como sempre fiz. Agradeço ao povo de Camacho por confiar em mim e ter me dado apoio diante dessa denuncia e desse processo”
Bruno Lamounier Furtado e João Paulo Lamounier foram eleitos com 65,31% (1713) dos votos. Bruno está em seu segundo mandato à frente do município de Camacho.