Skip to main content

UPA DIVINÓPOLIS: Queda de gesso não deve ter sido provocada por chuva

Prefeitura avalia abrir primeiro pavimento da policlínica provisoriamente para desafogar a unidade até que problema seja resolvido
Por 09/01/2022janeiro 12th, 2022Gerais, Outras Notícias

Prefeitura avalia abrir primeiro pavimento da policlínica provisoriamente para desafogar a unidade até que problema seja resolvido

Parte do gesso do teto da ala de observação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) desabou em Divinópolis, neste domingo (9/1). Com a queda, uma senhora que estava no local, foi atingida no braço. Ela passa bem e está recebendo os atendimentos necessários.

Engenheiros da Defesa Civil e também do Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Social (IBDS) – responsável pela gestão – vistoriaram o local.

“Inicialmente, por que ainda não tem laudo, foi descartado que tenha sido provocado por decorrência das chuvas. Não foi encontrada nenhuma umidade”, releva a vereadora, membro da Comissão de Saúde da câmara, Lohanna França (Cidadania).

O Corpo de Bombeiros e Polícia Militar (PM) também atuam na ocorrência.

A ala precisou ser parcialmente interditada. Parte dos pacientes foi levada para o Complexo de Saúde São João de Deus (CSSJD) para desafogar a unidade até que o problema seja resolvido.

O município também irá abrir um ponto de suporte provisório. O local não foi confirmado, mas conforme apurado pelo PORTAL GERAIS, deverá ser o primeiro andar da Policlínica, no centro a cidade.

Até que essa unidade seja aberta, a orientação é para que a população evite ir até a UPA, principalmente, em casos mais brandos.

Outras áreas

A área de atendimento, onde os pacientes aguardam pela triagem, também será fechada. A prefeitura contratará uma tenda para ser montado um novo espaço provisoriamente. A medida é preventiva já que há sinais de desgaste no gesso.

O gesso dos tetos da pediatria e também do Centro de Terapia Intensiva (CTI) serão retirados.

 

Amanda Quintiliano

Amanda Quintiliano

Sou fundadora do Portal Gerais. Jornalista por formação e paixão. Curiosa, observadora e questionadora. Mãe da Cecília, na desafiadora e gratificante tarefa de maternar, empreender, realizar-se.