Vereador retira projeto sobre alimentação de pombos em Divinópolis

Eduardo Azevedo tomou decisão após reunião com representante de criadores; fiscalização caberá à Vigilância Sanitária

Ricardo Welbert

O vereador Eduardo Azevedo (PSC) anunciou na tarde desta segunda-feira, 22, que vai retirar da pauta da Câmara de Divinópolis o projeto que lei apresentado por ele no dia 12 último, que propunha proibir a alimentação e criação de pombos no perímetro urbano.

Após o PORTAL GERAIS detalhar a íntegra do texto em reportagem publicada neste domingo, 21, o vereador acrescentou, um dia depois, que a proposta apresentada por ele ao Legislativo continha falhas de redação que levavam a crer que ele pretendia proibir a alimentação de pombos em ruas, avenidas, praças e parques. A reportagem foi atualizada com esta explicação. 

A repercussão chamou atenção da Sociedade Columbófila Oeste de Minas, que reúne criadores de pombos da região. De acordo com o presidente da entidade, Dilmar José Ferreira, os donos dessas aves ficaram surpresos com a proposta e pediram uma reunião com o vereador. O encontro aconteceu já nesta segunda. 

“Depois de muitas explicações e esclarecimentos sobre a verdadeira função do nosso esporte, da nossa columbofilia, nosso hobby, chegamos à conclusão de que seria um assunto muito complexo e que a retirada do projeto de lei seria o melhor caminho”, diz Ferreira. 

Outro ponto que o representante dos criadores de pombos afirma ter esclarecido ao vereador é o de que a criação de pombo-correio, assim como de qualquer criação de animais domésticos, deverá ser tratada pela Vigilância Sanitária e outros órgãos protetores de animais.

“Fica, então, consciente aos criadores de pombos da região que a eventual má criação das aves resultará em denúncia. Os criadores columbófilos podem ficar despreocupados”, acrescenta.

Eduardo Azevedo afirma que a reunião com Ferreira foi suficiente para esclarecer todas as dúvidas dele sobre cada uma das etapas do processo de criação de pombos no município e que, por causa disso, ele vai retirar o projeto de lei que havia apresentado. Acrescenta que nunca teve a intenção de prejudicar quem trabalha com a criação de pombos ou tem nessa atividade um hobby.

Eduardo Azevedo preferiu retirar projeto sobre pombos (Foto: CMD/Divulgação)

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert

Ricardo Welbert, jornalista formado pela Uemg em Divinópolis e mestrando em Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, em Portugal.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.