Vereadores aprovam antecipação de feriados em Divinópolis

 

Os vereadores de Divinópolis aprovaram, nesta sexta-feira (26/3), com voto de minerva do presidente Eduardo Print Jr. (PSDB) a antecipação de feriados. O projeto foi encaminhado pelo prefeito Gleidson Azevedo (PSC). Em votação acirrada, o placar ficou em 8 a 8 (veja abaixo como votou cada parlamentar)

Para Rodrigo Kaboja (PSD) a antecipação é “assoada, temerária” e pode gerar “mais problemas do que soluções”. “Estaremos trazendo mais incertezas para os trabalhadores, para os empresários e principalmente para as indústrias. As pessoas terão grande dificuldade para pagar suas contas e cumprirem seus compromissos (…) Os empresários já estão com água no nariz e essa medida irá ainda mais afoga-los”, argumentou. Ele ainda questionou o cumprimento do isolamento.

“Quem garante que ao invés de estarem protegidos no trabalho não estarão em sítios?”, indagou.

Kaboja pediu sobrestamento, porém o pedido foi negado pelo presidente Eduardo Print Jr (PSDB).

Sem máscara, o vereador Flávio Marra (Patriota) classificou a onda roxa como “lockdown mentiroso”. Disse que a aprovação do projeto irá significar o fechamento da cidade. “Funcionário não vai trabalhar, loja não vai vender, indústria não vai funcionar e a cidade não vai fechar? Então estou ficando doido”, declarou. Já antecipando o voto contra a proposta, apelou ao prefeito. “Quem a gente está querendo enganar aqui? O Zema é um cagão. Não seja um cagão, prefeito. Não fecha a cidade”.

A vereadora Lohanna França (Cidadania) foi a favor do projeto. Entretanto, criticou a falta de planejamento do governo ao lidar com o setor empresarial. “Os empresários poderiam ter sido mais respeitados. Faço coro a isso. Avisamos no dia 10 de março, a prefeitura poderia ter feito um plano de fechamento que eles (empresários) pudesse ter se preparado e que fosse mais organizado”, afirmou.

Rodyson do Zé Milton (PV) também foi favorável. Alegou que o projeto é uma “ajuda aos pequenos empresários” para que possam abrir na data original do feriado, já que na próxima semana há restrições para funcionamento. “Se não fizer agora, teremos que fazer lá na frente novamente”, afirmou.

Israel da Farmácia, membro da Comissão de Saúde também votou contra a antecipação. “Vai antecipar feriado, estão trazendo o carnaval para a moçada. Dando 10 dias de carnaval para turma. Se tiver que fechar, fecha tudo, não abre nada”, defendeu. Ele ainda criticou a falta de fiscalização.

“No governo passado era um saco, era fiscalização sábado, domingo, feriado. Agora não tem fiscalização”, enfatizou.

O projeto precisa ser sancionado pelo prefeito. Embora tenha sido aprovado, cabe a Azevedo definir se irá ou não antecipar os feriados na próxima semana. A prefeitura ainda não confirmou a antecipação.

Veja como votou cada vereador:

 

Ademir Silva: CONTRA

Ana Paula do Quintino: A FAVOR

Diego Espino: CONTRA

Edsom Sousa: A FAVOR

Eduardo Azevedo: A FAVOR

Flávio Marra: CONTRA

Hilton de Aguiar: CONTRA

Israel da Farmácia: CONTRA

Josafa Anderson: CONTRA

Lohanna: A FAVOR

Ney Burguer: A FAVOR

Kaboja: CONTRA

Rodyson: A FAVOR

Roger Viegas: CONTRA

Wesley Jarbas: A FAVOR

Zé Braz: A FAVOR

Eduardo Print Jr: A FAVOR

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.