Skip to main content

Caminhão de lixo funcionará em horário reduzido

By 28/05/2018maio 28th, 2022Destaques com foto, Economia, Gerais

Greve dos caminhoneiros chega ao oitavo dia consecutivo; Escolas municipais funcionam normalmente

Marcelo Lopes

Já chega ao oitavo dia a paralisação dos caminhoneiros contra os constantes reajustes feitos nas tarifas dos combustíveis. Os protestos estão sendo realizados nas principais rodovias de Minas Gerais.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), os motoristas estão protestando, de forma pacífica, nos acostamentos das estradas nas regiões dos quilômetros 119 e 132 da MG-050 e no quilômetro 72 da BR-494, em Cláudio. Os movimentos também continuam em Marilândia e Itaúna.

Serviços municipais

De acordo com informações da Secretaria Municipal de Obras Públicas (SEMOP), a coleta de lixo funciona nesta segunda (28), de forma reduzida, devido ao pouco combustível. Serão atendidas a região central da cidade e bairros próximos ao Centro, sendo estes: Bom Pastor, Santa Clara, Alvorada, Bela Vista e Belvedere.

Além destes bairros, se a empresa analisar que o combustível é suficiente para recolher o lixo, outros também podem ser atendidos, porém, a empresa responsável pela coleta em Divinópolis, Arbor Serviços e Manutenção, não soube precisar quais serão. A secretaria também informou ao PORTAL que está buscando soluções para normalizar a situação nesta terça (29). Os serviços de coleta de lixo hospitalar e limpa fossas funcionam normalmente.

No município, escolas municipais e as sedes da Prefeitura estão funcionando nesta segunda.Em contato com a Câmara Municipal de Divinópolis, a assessoria de comunicação também informou que o local também funciona normalmente, mas caso o Município anunciar o fechamento, a CMD irá acompanhar o Executivo.

Medidas do Governo

Durante a noite deste domingo (27), o presidente da república, Michel Temer (MDB), anunciou medidas, que de acordo com o mesmo, atendem às reivindicações feitas pelos caminhoneiros.

O preço do óleo diesel terá uma diminuição de R$ 0,46. Essa redução corresponde aos valores somados do Pis/Cofins e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide). Segundo Temer, para chegar a redução, o Governo Federal está assumindo sacrifícios no orçamento e, naturalmente, honrará essa diferença de custo, sem nenhum prejuízo para a Petrobrás.

A redução será válida pelos próximos 60 dias. Após isso, só haverá reajustes mensais e não mais diários. O presidente assinou uma segunda medida provisória para garantir aos caminhoneiros autônomos 30%, pelo menos, dos fretes da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e uma outra MP,  estabelecendo a tabela mínima de frete, conforme prevista no projeto de lei 121, que está sob análise no Senado.

As medidas já estão publicadas em uma edição extra do Diário Oficial.

Marcelo Lopes

Graduado em jornalismo e apaixonado por esportes e histórias.

Leave a Reply