Divinópolis pode avançar novamente para a Onda Verde

Prefeitura avaliará retomada da economia após reunião com o comitê estadual; Município restringiu atividades após regredir para a onda amarela

A macrorregião de saúde Oeste, onde Divinópolis está inserida, está autorizada a avançar para a “onda verde” do Programa Minas Consciente. A taxa que mede a incidência do novo coronavírus em Minas Gerais caiu 32% nos últimos 14 dias, conforme dados levantados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). A informação foi divulgada nesta quarta-feira (21) durante reunião do Comitê Extraordinário Covid-19, grupo de trabalho e enfrentamento à pandemia.

Diante da melhora, e considerando indicadores como taxa de ocupação de leitos e casos por número de habitantes, o grupo autorizou o avanço das macrorregiões de Saúde Oeste, Sul e Leste para a onda verde do Minas Consciente. Poderão ser reabertos estabelecimentos como parques naturais, de diversão, cinemas, teatros e bares com música com ao vivo, desde que sejam seguidas as regras de higiene, distanciamento e lotação máxima.

Até o momento da publicação desta matéria, o posicionamento inicial da prefeitura de Divinópolis é que maiores informações viriam após uma reunião do comitê estadual na tarde desta quinta-feira (22). O município já esteve na “onda verde” tendo regredido no início do mês para a “onda amarela” após um aumento dos pontos da região para 19 do programa; foram suspensas as atividades de entretenimento como cinemas, parques, salões de festa, além da suspensão da volta às aulas.

Contudo, de acordo com dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) na última semana, Divinópolis teria passado de 16 para 13 pontos na avaliação geral dos índices, estando assim mais próximo de retornar à “onda verde”.

 

Fernanda Barreto

Fernanda Barreto

19 anos, estudante de jornalismo na Faculdade Pitágoras, Divinópolis-MG.

Deixe seu comentário

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do PORTAL GERAIS. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O PORTAL GERAIS poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.