Skip to main content

Nikolas é investigado por expor aluna trans em banheiro

By 07/07/2022Política

O vereador de Belo Horizonte esteve há uma semana em Divinópolis para debater a proibição de banheiros multigêneros na cidade

O vereador de Belo Horizonte, Nikolas Ferreira (PL) é investigado por publicar um vídeo de uma adolescente transexual em um banheiro feminino em um colégio particular. O inquérito foi instaurado pelo Ministério Público após representação das vereadoras Bella Gonçalves, Iza Lourença (PSOL) e da Aliança Nacional LGBTI.

Há uma semana, o vereador esteve em Divinópolis onde participou de audiência pública que debatia o projeto do vereador Eduardo Azevedo (PSC) que proíbe banheiros unissex e multigêneros na cidade.

Os denunciantes acusam Nikolas LGBTfobia e de violar o Estatuto da Criança e do Adolescente.

“Incita os posicionamentos contrários à garantia de direitos da população transgênera”, afirma o documento.

Na imagem compartilhada por Nikolas e que bateu mais de 100 mil visualizações, aparece uma adolescente de 14 anos no Colégio Santa Maria.

No momento, ela é questionada pela irmã do vereador e aluna da escola, do motivo dela estar ali. Ele sugeriu o bocoite ao colégio.

Nikolas, por meio das redes sociais, argumentou que não houve exposição do rosto, do nome ou de qualquer outro fator de identificação da adolescente. Afirmou se tratar de perseguição política.

O Colégio Santa Maria Minas disse que “vinha cumprindo rigorosamente o que está previsto em normas legais que tratam do assunto e com a devida orientação a professores e funcionários para que a situação fosse sempre cercada do devido respeito a todas as pessoas da comunidade escolar”.