Skip to main content

Prefeitura analisa recurso contra intervenção na Vila Vicentina

By 04/07/2022Gerais

Vigilância Sanitária realizou nova vistoria na entidade neste domingo (3/7); Relatório será apresentado em reunião emergencial

A Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Governo (Segov), informou, nesta segunda-feira (4/7) que as Obras Assistenciais São Vicente de Paulo, conhecida como Vila Vicentina apresentou, na sexta-feira (1º/7), defesa em relação à requisição administrativa realizada pelo Município, em que deu a instituição o prazo de 10 dias para o ingresso do Poder Público Municipal na Instituição de Longa Permanência de Idosos (ILPI).

A intervenção foi questionada pela nova diretoria da entidade.

Após o recebimento da defesa por parte da instituição, o Procurador do Município notificou a Vigilância Sanitária para que fizesse uma vistoria no local, com intuito de verificar o cumprimento dos itens.

A referida vistoria foi realizada em caráter emergencial, no domingo (3/7). A Prefeitura Municipal de Divinópolis aguarda o relatório final da inspeção realizada pela Vigilância Sanitária.

Em razão disso, foi convocada uma reunião emergencial com a comissão de acompanhamento da Vila Vicentina.

Esta Comissão é composta por: presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, presidente da Comissão do Idoso da Câmara de Vereadores, representante do Conselho Municipal do Idoso, representante do Conselho Municipal de Saúde, representante da Secretaria Municipal de Saúde, representante da Secretaria Municipal de Assistência Social e representante da Secretaria Municipal de Governo.

Pelo prazo, a intervenção administrativa teria que ter sido iniciada no dia 02 de julho.

Ademir sobre Vila Vicentina: “Caos, tristeza, desumanidade”; Veja relatórios de irregularidades

A Vila Vicentina é investigada pela Polícia Civil suspeita de maus tratos, tortura e cárcere privado contra idosos. Na época da denúncia, havia 81 institucionalizados. O Ministério Público também acompanha o caso.